6 de junho de 2011

Ainda vem..



Vou pertencer mais um dia, a desalegria de não ter te conhecido.
Não há tristeza em mim, só uma pressa eloquente de ti; por isso, não entristeço.

Se não for nesta, na próxima encarnação,veste a tua pele de mim.
Que não seja nesta, mas dedique suas lembranças passadas pra mim.

Se não for amanhã, promete que amanhã cuidará de si? E se, depois de amanhã não for,ainda
te guardará pra mim?

Me encontra na próxima estação, que eu quero buscar você, na iminente sensação de um dia de pertencer.
(Diego Guedes)

Nenhum comentário:

Pages - Menu