4 de junho de 2011

Braços da saudade,


Eu penso e repenso
fingo não sentir saudade
saudade de um toque
de um gesto de amor
A vida nos deixa muralhas
que so amor
ultrapassa..
saudade que fascina
amor de esperança
nos braços da saudade
vou seguindo
nas asas desse amor..


(Samara Veras)

Nenhum comentário:

Pages - Menu