1 de outubro de 2011

o mocinho e a mocinha.

Se tem uma coisa que gosto pra caramba é estar em companhia dos meus pais,ao contrário de muita gente que conheço que não curte muito esse lance de ser grudado neles,confesso com toda a certeza do mundo que não é insegurança não,é paixão mesmo.
Meu pai tem humor incrível ,você o olha de cara primeiramente e pensa.. cara sério hem,mas na verdade só ele tem as melhores piadas do mundo,sem mesmo ele querer ,é esse seu jeitão que me fascina,seja em qualquer lugar ele sempre tem aquela  velha opinião formada sobre tudo, como já dizia meu querido Raul Seixas.
Mas nos momentos mais legais mesmo é quando saímos de carro pelas ruas da cidade e ele começa a contar as suas experiências vividas ,histórias do meu avô ,do tempo que ele era moço,quer dizer um garotão(risos), ai tudo se transforma ,ele coloca a música do banda The Fevers 'ninguem vive sem amor' ai  me conta sobre seu passado e sobre seus dias .Bem ,na verdade eu começo a curtir esse momento, ele me mata de orgulho ,essa sua força e coragem me fascina e cada vez mais tenho orgulho de ser sua filha.


Café com torrada nas tardes de sabádos só com ela.
As melhores conversas do mundo,as broncas também(risos),minha mãe é daquelas mulheres calma ,serena
frágil ,sincera ,amiga ,posso na verdade definir minha mãe como uma rosa delicada,e chorona assim como eu.
Não falta assunto nessas tardes maravilhosas que mato minha saudade ,é nela que  expresso meus melhores sentimentos da vida,se deixar agente conversa a vida inteira,isso é fato!Acredito que mulher tem dessas coisas , é assunto que não acaba mais,e desabafos de mãe-amiga também,ah..ia esquecendo de falar também que ela aproveita esses momentos para puxar minha orelha (risos) ,isso ela faz mesmo.


Sou 24 horas ligadas a eles,e eles a mim.Laços de Deus que me presenteou ao permitir a minha existência,é amor,amor verdadeiro.


Pai, desculpas pelas chamadas  não atendidas , e obrigada por discutir politica comigo.
Mãe, obrigada pela paciência e por ser minha mãe e  por ser minha doce amiga.






8 comentários:

DANI disse...

Bom diaaa...

Passando para retribuir o seu carinho em meu cantinho... para lhe desejar um ma-ra-vi-lho-so domingo e também para lhe convidar para conhecer o meu cantinho de artesanato, onde divulgo o meu trabalho com o patchwork.

passa lá: http://dincanto-atelier.blogspot.com

ah, já ia me esquecendo, adorei seu texto, nossos pais são realmente as peças mais importantes que nos ajudam a montar esse quebra-cabeça louco que é a vida...

bjssss

KTeles disse...

Menina linda! E agora depois de ler seu texto descubro que você também é maravilhosamente apaixonamte,pois tens condições inatas personalíssimas,como sensibilidade,imaginação,bom gosto,etc.-qualidades doadas pela natureza para a ARTE de escrever,o pendor! De qualquer modo é bom falar que só aptidão não basta,faz-se de mister o conhecimento da técnica do ofício. Agora fica com o meu grannnnnnnnnnnnnde abraço de sempre!!!

Samara Veras, disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
DANI disse...

Oiiii...

Passando mais uma vez para agradecer o seu carinho. Fico feliz que tenha gostado do meu cantinho de artesanato. E, é claro que pode colocar o link do meu blog na sua página, ficarei muito feliz...

Quanto as encomendas funcionam assim: depósito adiantado do valor do produto + frete (normalmente sedex) para que eu possa lhe enviar o produto. Já enviei várias encomendas pra fora de São Paulo e nunca tive problemas.

Qualquer outra dúvida que tiver é só me perguntar...

Um grande beijo em seu ♥...

Caarter ... disse...

Muito legal teu blog. Parabéns!
Valeu por visitar o meu!
to seguindo já.
beeijos ;*

http://caandylover.blogspot.com/

*Detinha* disse...

Olá querida adorei seu blog e já estou seguindo e adorei suas dica e o carinho no meu blog dá uma passadinha no meu blog e um otimo dia para voce beijão *-*
www.dettinhaesperta.blogspot.com

carlos emanuel bezerra alves disse...

Realmente tem coisas simples que nem percebemos. Quando morava com meu avô me lembrei que ele contava tanta piada para mim e para um amigo meu. Meu avô se foi há mais de dois anos, sinto saudade. Raul Seixas já cantava: "só que se sonha só é só um sonho que se sonha só, mas sonho que se torna junto é realidade.

Sheila Lima disse...

Obrigada pelo comentário, fiquei feliz com sua presença no DSM!!!
Já estou seguindo, é claro!!!
Concordo plenamente com você, eu não passo muito tempo com meu pai (ele tem um gosto muito diferente do meu) mas não desgrudo da minha mãe e da minha irmã... Ficar com a família é bom demais da conta!!!!

Mil Sweetkisses ♥

Pages - Menu