9 de dezembro de 2011

o peixinho quase esquecido e o empurrãozinho .

O fim do ano chegou e com elas  as mudanças,a nossa família (quer dizer eu e o meu pai,risos) resolvemos mudar de um apertamento para um apartamentozinho bacana,mas todo mundo ta careca de saber,quer dizer quem não sabe ta sabendo agora,não gosto muito de mudança não.
Esse lance me deixa meio lé lé da cuca, essa coisa de se acostumar a um novo quarto ,uma nova vizinha detetive , e também tem a nova adaptação do latido do cachorro daquela vizinha do lado.
Bem ,se o poderoso chefão (meu pai) quer ir ,então lá vamos nós..
Coisa boa é reunir os parentes nessa hora pra ajudar , agente promete até coca-cola com biscoitinho de coco com direito a bis (risos).
Arrumei minhas 35 caixas de livros (só isso?) , o restante o pessoal   deu conta,mas só esqueceram um detalhe.
Lembro bem a quatro anos atrás quando nos mudamos para um sitio perto do Maranguape em que ficamos por lá durante uma semana,é isso mesmo , chegamos por lá domingo e voltamos pra Fortaleza no domingo seguinte , o pior ainda foi que na volta minha coleção de livros caiu no meio da estrada e meu pai voltou quilômetros e quilômetros atrás pra ver se a achava  .
Mas dessa vez foi diferente,cheguei na casa nova meio perdida ,mas satisfeita .Entrei ,olhei a bagunça verifiquei e contei as 35 caixas de livros e até ai tudo certinho,mas com uma diferença, meu pai havia esquecido meu pc e meus peixinho no aquário no apertamento (risos).
Voltamos lá no prédio ,embalamos o pc para eu levar e a minha irma ficou responsável pelo aquário, entramos no carro,até ai tudo bem, mas havia uma surpresinha o carro morreu, isso mesmo, tínhamos que empurra-lo, carrinho semi -novo chegou melhor que o fusca dos meus sonhos e já estava me dando dor de cabeça?!
Não preciso nem dizer quem empurrou o carro  e que ficou no volante .
Ah.. ia esquecendo de dizer , a coleção de livros foi encontrada no meio do caminho  da mudança de 4 anos atrás ,não me pergunte como,pois nem eu sei explicar.
 Já essa,chegamos salvos  e os peixinhos também, apesar de tudo.
Além dos peixinhos, o primeiro a sinal de vida foi o pc.
As mudanças irão continuar ocorrendo ,mas enquanto estou me adaptando  a esse novo mundo , eu deixo um convite para uma próxima visitinha  aqui ,com direito a uma cafezinho da tarde.


Um xerim.
                                         (Samara Veras)
.

Um comentário:

Camyli Alessandra disse...

Não curto muito mudanças também... minha familia de 3 pessoas estão pensando em mudar e estou de cabelo em pé mas aainda não amadurecemos essa idéia ainda nem quero pensar oque fazer com os meus livros e CDs que ja estão proliferando na escrivaninha...

Pages - Menu