5 de abril de 2012

Meu vicio.


O verbo sem conjugação,a palavra sem definição, o querer  sem medo,uma corrida contra o tempo em querer ter e viver o que jamais se imaginou viver,um pensamento inconstante, uma vontade de te-lo sem medo, o hoje,o agora,a ânsia incontrolável de senti-lo ,um medo sem medo, o amor e o ódio, pensamento somente no agora ,nada mais além do que isso.Nada mais além de quere-lo ,de senti-lo por um momento,por um segundo qualquer, sem ponto final, nem que seja por  um instante,quem sabe o agora seja sempre,o coração dilacera, a alma sorrir,o coração sente ,pede ,clama e grita.A droga mais viciante que eu desejo ter,se não for amor, eu não sei o que é.

Samara Veras.

Nenhum comentário:

Pages - Menu