31 de agosto de 2012

plantando..


Quando os sonhos parecem distantes e impossíveis aos olhos humano,sempre ainda resta um esperança que sustente o cansaço do corpo e da alma.As vezes parece impossível,as vezes o cansaço bate e desistir é uma escolha ,é dessas que um 'sim ' ou um ' não ' ,decide uma grande etapa da nossa vida.
Talvez eu esteja cansada,talvez eu precise de um pouco mais de descanso,talvez eu só queira respirar um pouco e nada mais ...
A verdade é que 'Se você quer o arco-íris, você tem que suportar a chuva' ,tem que vencer os desafios ,tem que abrir mão de certas coisas,tem que seguir em frente,sem medo e confiante.Sim,a luta não começou de agora ,já faz algum certo tempo( meu lema) e desistir agora seria trair a mim mesma.
 Amanhã começa um novo dia,um novo mês e uma nova etapa e eu não vou só pedir a Deus um pouquinho mais de paciência,mas também vou agradece-lo pelo melhor que ele tens me dado,que é o dom de viver e seguir em frente,pois sem isso,eu não estaria aqui com inúmeras palavras.Vou seguir,o caminho que me espera é bonito demais pra desistir e voltar atrás.Amanhã tudo novo acontece e sempre acontece por uma razão e também por total merecimento.

Que Setembro venha recheado de luz,muita Luz!

Samara Veras

30 de agosto de 2012

a lindeza do dia.


Ganhei esse origami lindo de um amigo na faculdade, achei uma lindeza só,então resolvi deixar registrado essa belezura aqui no blog.
Ta bom, Ameii.


- querido amigo R. obrigada de coração.



Samara Veras.

27 de agosto de 2012

cara nova.


Quem vem sempre aqui no cantinho sabe bem que o blog andou passando por umas transformações simples ,mas legais.Acredito que assim como todo mundo precisa mudar e mudar pra melhor aqui também não é diferente.Outra novidade e a criação no facebook que se chama poesias comigo que vem trazendo além muitas novidades boas,ele também esta vindo recheado de mais textos,mais interatividade e mais ,muito mais poesias.
A verdade é que ando com muita vontade de escrever,escrever e escrever,vontade essa que apesar de toda a saga de estudo tento tirar um tempinho aqui pra dividir um pouquinho do meu mundo.Espero mesmo que estejam gostando assim como eu.E pra finalizar,nada melhor do Adriana Calcanhoto com sua linda e leve canção a 'maré'.Espero que vocês tem gostado,um xero e até breve.



Tradução: Todos nós precisamos de mudança.

Samara Veras.

26 de agosto de 2012

tirinhas e as suas verdades!



                                               

                       Por Kika Esteves em thttp://tirasdakika.blogspot.com.br/



Por Ivan Cabral http://www.ivancabral.com/



                                               Por Luiz Fernando Cazo


As eleições vem ai e não custa nada ficar de olho,não custa nada refletir!
Umas das minhas páginas prediletas,então visitem também, clica aquiDepósito de Tirinhas.

Samara Veras.

24 de agosto de 2012

Tempo.



O relógio tenta me consumir com minhas responsabilidade diárias e eu só preciso de um tempinho pra mim,pode ser uma tarde ao por do sol em uma praia ou um programinha com minha amiga Marcela lima,pois preciso colocar as conversas em dias e projetos também.
E por falar em tempo, andei lendo uma poesia linda da Cecília Meireles  que se chama a 'arte de ser feliz' e que amei e me emocionei,principalmente pela  delicadeza  que ela expressa em cada detalhe sobre o olhar e o tempo e também como ela descreve com sensibilidade as coisas,o jardim,as borboletas ..Tudo lindo em suas palavras ..Enfim,se emocione também.
                                                         A arte de ser feliz.


Houve um tempo em que minha janela se abria sobre uma cidade que parecia ser feita de giz. Perto da janela havia um pequeno jardim quase seco. Era uma época de estiagem, de terra esfarelada, e o jardim parecia morto. Mas todas as manhãs vinha um pobre com um balde, e, em silêncio, ia atirando com a mão umas gotas de água sobre as plantas. Não era uma rega: era uma espécie de aspersão ritual, para que o jardim não morresse. E eu olhava para as plantas, para o homem, para as gotas de água que caíam de seus dedos magros e meu coração ficava completamente feliz. Às vezes abro a janela e encontro o jasmineiro em flor. Outras vezes encontro nuvens espessas. Avisto crianças que vão para a escola. Pardais que pulam pelo muro. Gatos que abrem e fecham os olhos, sonhando com pardais. Borboletas brancas, duas a duas, como refletidas no espelho do ar. Marimbondos que sempre me parecem personagens de Lope de Vega. Às vezes, um galo canta. Às vezes, um avião passa. Tudo está certo, no seu lugar, cumprindo o seu destino. E eu me sinto completamente feliz. Mas, quando falo dessas pequenas felicidades certas, que estão diante de cada janela, uns dizem que essas coisas não existem, outros que só existem diante das minhas janelas, e outros, finalmente, que é preciso aprender a olhar, para poder vê-las assim.


Espero que tenha gostado assim como eu,vou roubar o tempo,dessa vez pra mim,só pra mim.
Até breve, beijo!

Samara Veras

18 de agosto de 2012

minhas escolhas -parte I


Escolher algo na vida talvez seja um dos maiores desáfios pra mim,não que eu tenha medo das consequencias,mas do medo não está fazendo a coisa certa ,no momento certo e na hora certa.Acho que a escolha de algo nessa passagem que se chama vida é de grande importância e maior ainda é quando tudo isso se trata da escolha que se refira ao profissional e ao pessoal ,ai é que pega mesmo.
E falando em profissional,confesso que a cada semestre pra mim é um grande desáfio,não que eu não queira ser jornalista,pois quando fiz a escolha do curso busquei informacões e outros meios,mas talvez eu tenha medo do futuro e das batalhas que irei enfrentar .
A cada semestre faço a mesma pergunta para o meu pai.
-Pai,eu tenho cara de jornalista?
-Tem,não desista.
A  mesma pergunta no primeiro dia de aula é sagrada quando chego em casa,e se meu pai estiver dormindo eu o acordo .Não sei bem o motivo dessa insegurança ,ou desse friozinho na barriga, a verdade é que tenho um certo medo e não sei bem o porquê.E talvez eu ate sei ,sei que não fiz a escolha errada,pois me identifico com o curso,mas não sei bem o que significa essa minha inconstancia.Sei que já fiz escolhas e que já desisti de outras e algumas ficaram na minha história.
Lembro bem de dois momentos que marcaram pra caramba a minha vida,primeiro o fato que tive de abandonar minha vida de surfista por causa dos meus pais,(isso mesmo),eu era uma garota metidissima a surfista e uma sereia de primeira.De uma coisa é certa,para mim não foi nada fácil o momento em que tive que vender minha linda prancha de surf ,logo eu que demorei meses economizando dinheiro e em segundos ela foi vendida por minha mãe.Se por um lado eu sentia o certo alivio pelas broncas de todo dia de que para ela(dona Sônia) a vida de surfista não tinha futuro,segundo era o fato que meu sonho tinha acabado de morrer na praia.
Outro momento foi o fato que nessa caminhada os meus planos mudaram,pois tempos depois andei me apaixonando ,e sonhar em  querer surfista já não era mais meu objetivo,eu havia mudado e disso eu tinha plena certeza,o grande lance é que eu queria mesmo aos 19 anos  casar.Sim ,era tudo que eu queria e sonhava.Sonhava em casar com esse alguém e ir morar no interior,ter uma casinha simples,comprar uma bicicleta,criar alguns animais e seguir minha vida nesse ambiente simples com a pessoa amada ao lado.
E tudo mudou outra vez,o namoro acabou,o sonho mudou e eu também mudei,mudei muito e isso não posso negar.
Sei que isso tudo já faz parte da minha vida e de tudo que eu tive que aprender  durante esse tempo de aprendizado,pois tudo foi e é essencial.Mudar de escolhas e de planos faz parte ,seja na escolha de quem faz bem por dentro e do que faz bem por fora.Agora falando sobre a minha escolha profissional,se eu vou desistir da minha formação acadêmica,isso tenha certeza que eu não vou,pois aprendi que só desisto daquilo que não preenche a minha alma,sei também que o medo e a insegurança faz parte e que a reflexão e ela  merece sim o  seu momento para avaliar o que é melhor de fato pra mim,outra certeza maior ainda é que eu  gosto mesmo e de escrever e se esse não é o meu caminho na escolha do curso de comunicação social,quem sabe eu me identifique com outros horizontes,quer dizer,quem sabe..

Beijo,
Samara Veras.


15 de agosto de 2012

um café por favor!




Se minha paixão que tenho por um bom café venha da Dona Sônia,confesso que eu bem sei,mas a verdade que hoje tudo que eu preciso é de um bom livro e uma boa xícara de café para me levantar da cama em um feriado de quarta-feira.
Ando longe dos cinemas,das conversinhas com amigas,dos mesmos programinhas de tv(os mesmo de sempre), das praias e de tudo que eu gosto, e se eu gosto disso?
Sim,eu confesso que sim,talvez eu precise mais de tempo ,talvez eu precise me desapegar de um montão de coisa que me restringe a um momento a só,a verdade que eu adoro minha companhia e disso eu gosto mesmo.
Já por aqui o silencio paira no ar,ouço o som da tv no quarto do meu pai(bem longe),ouço o som do teclado sobre meus dedos ,ouço o barulho qualquer da vizinhança do apartamento ao lado tentando matar um pouco do ócio em um feriado tão querido por nós.Coloco a vitrola pra tocar e Ana Carolina canta pra mim . Resolvo preparar um bom café o tudo muda,sinto o cheirinho de café puro no ar e percebo que meu ambiente muda também.Então, degusto um bom café e resolvo escrever uma boa poesia ,dessas que surge nos momentos mais bonitos que há.
O cheiro de café flui sobre a sala e inunda minha vida inteira em poesia.

Um pouco de meu mundo em um feriadão,gosto disso .Vou tentar jogar pro alto muita coisa pra esta na companhia de quem eu gosto,vou começar fazer minha nova agenda amanhã.No mais,obrigada a companhia por aqui.Beijo,bom feriado!

Samara Veras.

12 de agosto de 2012

para o meu bigodinho lindo,pai te amo!


Para o dono do bigodinho mais arretado do mundo, deixo o meu amor e toda minha gratidão pelo dia de hoje e por todos os dias que tens me aguentado(rs).
Obrigada pelos puxões de orelha,pelas pizzas aos domingo,pela paciência,pelo incentivo a conquista dos meus sonhos e pelas musiquinhas bregas .
Que você ,meu pai ,meu poderoso chefão continue sendo o que você sempre foi: a verdadeira semelhança do amor e da bondade.
Enfim,deixo meu abraço carinhoso a todos paizão de plantão ,que Jesus continue cada vez mais iluminando os passos daqueles que  foram chamado para o caminhar da educação dos seus filhos.
Então hoje é o dia:
-deixem a vitrola tocando no ar( todos os bregas possíveis,rs)
-todas as recordações fluírem do passado(historias de avos e bisavós)
-dia de preparar um boa torta ,hum..(preferida do seu pai)
..entre outras coisitas..
Aproveite o dia para presenteá-lo como seu melhor presente ,o seu amor!

P:S  - Paizão te amo infinitamente e quero que saibas disso ,só quero te fazer um pedido ,da próxima vez que o Sr for pra Bahia me leve junto,nem que seja escondida na sua mala (rs).

Tocando na vitrola ,a cara do meu pai,vai que é tua Robertooo,rs)




5 de agosto de 2012

a esperança e o seu novo recomeço.



Tudo mudou
mudou pra melhor

Mudou pra mim
mudou pra ti

Os sentimentos são outros
e já existem caminhos que
já não se podem voltar

Seguir em frente é preciso
também sei ,
que se a saudade desabrochar
em uma manhã de domingo

Vai renascer uma nova 
saudade,pra mim e pra ti
como forma de amor 
buscando na esperança
um novo (re)começo.

Samara Veras


4 de agosto de 2012

ham?!




Se existe um lugar que sempre rola uma conversinha paralela e nas paradas de ônibus e isso e a maior verdade, primeiro por que a maioria das pessoas costumam pegar o busão no mesmo horário de sempre e segundo são os atrasos de todos os dias ,que nos exigem paciência de jó.
Bem,na verdade o ambiente e sempre o mesmo, todo mundo na espera , olhando o velho relógio e buscando se identificar com o mesmo ambiente, já que são as mesmas caras  de todo dia,quer dizer são as mesmas caras,mas todo mundo finge não conhecer ninguém.
Um chega por ali,outro por aculá ,mas sempre tem alguém tentando puxar uma conversinha barata ,digamos que na maioria das vezes e um pedinte ou um gaiatinho de plantão tentando fisgar uma nova vitima(rs).
E quando isso acontece não sei bem o porquê ,mas eu sempre sou o alvo,talvez eu tenha  uma cara de simpática ,ou talvez não,só sei que surge as conversas mais mirabolantes do mundo,e dessa vez  não foi diferente .Observo o meu redor e fico no meu mundo,nesse momento um moço olha pra mim e se aproxima e faz uma pergunta:

-Moça,você tem  0,25 centavos que me arranje?
Nesse momento olhei pra cara dele,visualizei seu semblante (fiquei com medo ,confesso)olhei ao meu redor e soltei uma mentirinha pra me livrar daquela situação.
Assim,sem mesmo querer ,coloquei  a mão no bolso(tentando disfarçar) e logo respondi :
-Desculpa,mais eu to lisa.

Ele por ali, caminhou de um lado pro outro,fez a mesma pergunta as outras pessoas e voltou ate mim e perguntou:

-Você tem todos os dentes da boca?(ele)

-ham?!!!! (eu)

Nesse exato momento a moça do lado ouviu a pergunta e começou a rir desesperadamente,agora já eu(quase branca de espanto),fiquei pasma,pois vamos combinar né que perguntinha mais cabeluda e mais sem noção .Olhei pra cara dele e mostrei os meus dentes e disse:
-O que você acha?(eu)

Ele soltou um risinho facil e começou a elogiar meus dentes da pra acreditar?Já eu, confesso que minha unica certeza era que aquele cara não é normal e que a quantidade de dentes que tenho não pertence a ninguém somente a mim,posso?

Ele olhou pra mim e disse:
-Na boa ,eu não tenho todos os meus dentes ,mas não to nem ai,agora vou te confessar uma coisa,não vou ao dentista porque tenho medo da dentista se apaixonar por mim.

Ele olhou pra mim, soltou um sorriso sarcástico como seus dentes estragados e me disse não quer dentista correndo atrás de casar com ele não .Enfim, no desenrolar da conversar ele começou a querer me cantar.

Inevitalmente respondi;

E osso,ninguém merece ! (eu)

E logo ele disse:
É era de osso ,mais agora é de carie.E assim mesmo,as dentistas me querem ,elas me amam.O seu riso solta não parava, ele ria tão alto que ganhou da moça que escutava a conversa de perto .

Logo pensei que ele fosse de outro planeta,fiquei com medo daquele riso e na curiosidade da finalidade dos 25 centavos,de qualquer forma,se ele tem medo de amar,como ou sei dente eu não sei.A  minha única certeza e que meus dentes cuido eu ,também sei que uma boa saúde bucal é importante  e um pingo de bom senso também.


Enfim,eu mereço?! mereço..


Samara Veras



Pages - Menu