11 de novembro de 2012

o pato.


Um dia desses recebi uma ordem da Dona Sônia(minha mãe) para ir comprar ração de peixe nessas lojas que vende além de comidas pra bichos,todos os tipos animais possíveis.E se é bem certo que ela ama animais isso afirmo com toda certeza.Então,pra quem tem juízo o melhor a se fazer é cumprir ordem de mãe,não é mesmo?!.Entrei na loja e antes de pedir ao vendedor se tinha ração (para os peixe) uma senhora baixinha de cabelos grisalhos  entra na loja e vai logo ao encontro do vendedor e diz:

Senhora-Moço,aqui vende pato?
Vendedor-Sim,vende sim senhora.
Senhora-Que bom meu filho,pois deixe eu vê-los,preciso levar dois pra minha casa.

Nesse momento,fiquei observando de longe,esperando ser atendida,já que na loja só tinha um vendedor.A Senhora observa os patinhos preso na gaiola e fala:

S-Quero dois meu filho.

O Vendedor tira dois patos da gaiola,põe na mão ,coloca o pato pra cima,coloca o pato pra baixo e nada de saber qual o sexo do pato.Por um momento,achei que ele fosse novato naquele ramo,somente depois percebi que de pato ele não conhecia mesmo, e nem eu.A senhora ,meio sem jeito e com medo de pegar no pato disse que só levaria se um fosse duas fêmeas .O coitado do vendedor não sabia o que fazer e o que dizer.A moça do balcão veio,olhou o pato e nada,a realidade é que ela também não entendia  do assunto.O vendedor mesmo com vergonha disse:

V-Olha eu vou lhe dizer logo a verdade,eu não sei nem qual é a fêmea e nem qual é o macho.
S-Isso não faz sentido,onde já se viu isso acontecer,eu comprar dois animais e não saber o sexo deles. 
V-Mas Senhora,me entenda,eu só quero ajudar.
S-Então só tem uma solução.
V-Qual é?
S-Quero desconto.
V-Desconto?!Como assim?
S-Isso mesmo, você não soube me passar quem é quem ,então é o melhor que você pode fazer por mim.

Nesse momento ,o coitado do vendedor sem saber o que fazer,olhou para o pato na sua mão ,olhou para a vendedora e disse:

V-Olha Senhora,vamos fazer o seguinte,a senhora leva os dois ,pelo mesmo preço e se daqui alguns dias eles não cruzarem é por que são fêmeas.Caso isso não aconteça,a senhora pode tentar vender seus filhotes pra gente.O que a Senhora acha?

S-Vou lhe contar a verdade ,esse negocio que você esta me propondo não irá dar certo,pois a compra dos patos não é pra criação ,é por que o meu marido pediu para eu comprar as duas patas para o meu sogro comer agora no natal e ele disse que não come carne de pato e sim de PATA,entendeu?

O pobre do vendedor querendo rir daquela situação olhou para a moça do balcão e piscou para ela,tirou dois novos patos da gaiola e disse:

V-Pronto Senhora,eu lembrei.Essas duas aqui são patas.
S-Como você lembrou?
V-Ah.. pelo bico.

Nesse instante ,o vendedor colocou os 'patas' na caixa ,e a senhora saiu toda faceira e alegre com a caixa na mão.Então,quando a senhora já estava na rua o vendedor disse:

V-Carne de pata e não de pato?!Onde já se viu isso,era só o que me faltava hoje!Qual a diferença meu Deus?!

Depois de alguns segundos ele percebeu minha presença e perguntou:

V -E você moça o que você quer?

Depois de ouvir toda a conversa e morrendo de vontade de rir de toda aquela situação falei:

Eu-Tem ração pra peixe?

Inevitavelmente o vendedor respondeu:

V-Só espero que você não queira saber se a ração e pra macho ou para a fêmea.

Nesse momento,todos começaram a rir,inclusive eu.

Samara Veras

2 comentários:

Pedro Luis López Pérez disse...

¡Menos mal! que no se puso a investigar el sexo del pescado...¡¡¡Pobre Hombre!!!
Muy simpática Entrada.
Un abrazo.

Moacir Willmondes disse...

(risos)

Boa!

Ótima semana para você, Samara!

Pages - Menu