4 de janeiro de 2015

escrever, o meu amor diário

E o amor pela escrita só cresce a cada dia, as letras, as palavras, elas andam cada vez mais me ganhando, por inteira. Tenho a plena necessidade de escrever, de sentir o barulhinho do teclado a cada letra pressionada. Tenho ânsia e alegria ao ler as palavras sendo construídas uma a uma, e ver no final das contas um lindo texto, escrito por mim, vindo de dentro.

Escrevo por amor a mim, para ser completa, para ser eu como nunca fui. Escrevo para ser inteira, para me reconhecer, sem me faltar nada, e pra ser sincera, não há como fugir, só pode ser dom, pela permissão divina.
Anda crescendo no peito uma vontade bonita de escrever mais e mais a vida, ao que todos sabem, fiz esse blog em 2008, com a iniciativa do professor lindo, Gilmar de Carvalho, grande publicitário e professor da Universidade Federal do Ceará, que me incentivou a ingressar no curso de jornalismo, dando o ponta pé inicial através  do blog, e na minha escrita.

Sou extremamente apaixonada também pelo jornalismo literário, pela essência da literatura com o universo jornalístico, e pela leitura. Além da paixão desde pequena pela escrita, através do diário, essa nova relação com o jornalismo que surgiu há 4 anos atrás, só fez crescer esse amor infinitivo por textos.

Sei que essa nova relação tem se modificado, e pra melhor, basta ler meus textos, e sentir minha progressão, na verdade, caro leitores, eu sempre faço isso, amo meus textos, e depois de um tempinho, sempre costumo ler o que escrevi, para ver como está essa relação. O relacionamento com a gramática, através da conclusão de um curso de extensão em português me ajudou e muito, nessa minha arte diária.

Tenho planos grandes, sou uma eterna sonhadora, e com essa minha arte amável também não é diferente, já disse e repito, quero e vou ser escritora, e estou na luta para isso, como meus pais sempre dizem, faz parte do processo a caminhada, e os sonhos se constroem com o tempo.

Em meio essa boniteza através das palavras, com esse amor que transborda e que só me edifica, anda surgindo novas oportunidades de continuar nessa caminhada com os textos, não somente aqui no blog através de novas pautas sobre cinema, literatura, cultura e minhas vivências, mas também com um novo projeto de escrita para um site jornalístico , que lindo.

Enquanto isso continuo por aqui, em meio a esse paralelo, vivencio e amo essa minha sina, que só me surpreende e me completa. Como todos sabem escrever é pra poucos, é uma construção que nos faz crescer passo a passo, e com essa iniciativa todos os dias, só nos faz sermos melhores e maiores. A escrita faz parte de mim, e eu dela, como sempre digo e repito “quanto mais escrevo, mais me descubro”, e diante desse amor, só posso dizer, muito mais textos por favor!



Beijo, Samara Veras.

Nenhum comentário:

Pages - Menu