5 de março de 2015

a quem você serve?

Não consigo acreditar em um evangelho raso, sem normas, sem conduta, não consigo. Tenho estado em inúmeras rodas de conversas e debates sobre isso, sobre o amor e Deus e sua plenitude.

O amor de Deus é muito maior do que imaginamos e pensamos, excede todo entendimento, diante das nossas limitações. Tenho escutado muitos relatos de desistência desse amor, tenho dado a mão para muita gente levantar e seguir Cristo, assim  também como muita gente tem orado e tem me dado à mão em Cristo.

Como sempre digo e repito ninguém serve a dois senhores e serve a dois Deuses, não há como, como diz na bíblia, há de odiar um e amar o outro, assim também são com as nossas vidas. Ainda existem ladrões de alegrias, desses que chegam de mansinho, e levam o melhor de nós, a nossa sensibilidade e alegria. É preciso muita delicadeza para escutar essa voz, e entender o que se tem por trás disso tudo.

Como disse em uma roda de conversa ontem, não podemos colocar a culpa em Deus pelos nossos atos, e pelas injustiças desse mundo, somos falhos e devemos carregar o nosso fardo através da vida. Deus na verdade não tem culpa das pessoas nos machucarem, como minha mãe sempre diz “você só dar aquilo que você tem" e basta.

Assim, para vivenciar e viver a vida com Cristo, nos exige um novo comportamento, uma nova visão de mundo, para que  se cumpra o que a palavra  sempre denota, de que nos somos a igreja, e nós fazemos a diferença, aonde quer que nos estejamos, não por nós , é claro, mas, pelo espirito santo de Deus.

É preciso Cristo para nos tirar do caos interno. É preciso a sua presença para perdoar quem deixou apenas coisas ruins. A vida é muito mais do que uma frustração e Cristo também, pois assim como não conseguimos enganar o homem, também não enganamos a Deus.



Samara Veras

Nenhum comentário:

Pages - Menu